Pular para o conteúdo principal
Notícias

Borrachinha promete deixar Adesanya “apagado” no UFC 253

Desafiante peso-médio falou sobre o combate que acontece em 26 de setembro

No que depender de Paulo Borrachinha, a disputa do cinturão peso-médio contra Israel Adesanya vai ser curta. Isso porque o brasileiro aposta que o combate, que lidera o UFC 253 em 26 de setembro, vai terminar em até 15 minutos.

Brasil

“A previsão é de nocautear ele. Nocautear, finalizar. Eu estou treinando muita queda também. Imagina, fazer um ground and pound nele? A gente está esperando que a luta não chegue nem no terceiro round”, disse o desafiante em coletiva de imprensa virtual realizada na quarta-feira (10).

Apesar do prognóstico de que o confronto vai acabar antes dos chamados “rounds de campeonato”, Borrachinha foi questionado sobre a possibilidade de o duelo durar os cinco assaltos para o qual está programado, e se isso era uma preocupação ou até uma vantagem para o campeão.

Mas o brasileiro garantiu que não está preocupado, e que afirmou que pretende vencer de maneira bem contundente.

“Eu acho que para ganhar a luta tem que fazer mais mesmo. É um pouco clichê, mas eu sou apoiador dessa ideia. Acho que para ganhar, você não pode deixar dúvida nenhuma. Tem que destruir o adversário. Não pode reclamar depois se a luta for parecida”, disse.

“Eu não estou indo para ganhar por pouquinho. Eu não vou lutar com ele para ganhar por uma vantagem. Estou treinando para destruir o Adesanya. Para não deixar dúvida. Para deixá-lo apagado, estirado no cage. Não estou indo para fazer cinco rounds. Eu não o vejo durando cinco rounds. Agora, se ele sustentar cinco rounds, vão ser cinco rounds de pau, de peia”.  

Caso vença Adesanya no UFC 253, Borrachinha poderá se tornar o segundo brasileiro campeão peso-médio do UFC, depois do lendário Anderson Silva.

“Para mim, é manter o legado dos brasileiros no UFC. Acho que temos uma tradição, nós que começamos o esporte. É manter o legado, manter o histórico dos lutadores brasileiros no topo”.

Assine o Combate | Siga o UFC Brasil no Youtube