Pular para o conteúdo principal
Eventos

Kevin Randleman é nomeado ao Hall da Fama do UFC

Ex-campeão peso-pesado entrará na categoria "Pioneiros"

O UFC anunciou no último sábado (16) que o ex-campeão peso-pesado, Kevin Randleman, foi nomeado para o Hall da Fama do UFC em 2020 na categoria dos Pioneiros. A cerimônia de indução do Hall da Fama do UFC de 2020, apresentada pela Toyo Tires®, ocorrerá ainda este ano e será transmitida ao vivo no UFC FIGHT PASS®.

"Kevin Randleman foi um dos primeiros atletas de verdade nos primeiros dias do UFC", disse o presidente do UFC, Dana White. “Ele foi bicampeão nacional da Divisão I da NCAA e All-American na Universidade Estadual de Ohio. Ele foi o quinto campeão peso-pesado ​​na história do UFC e um dos primeiros atletas a competir com sucesso na categoria pesado e meio-pesado. Ele foi pioneiro no esporte e é uma honra induzi-lo à classe do Hall da Fama do UFC de 2020.”

Randleman entrará no Hall da Fama do UFC como o 17º membro da ala da Era dos Pioneiros. A categoria Era dos Pioneiros inclui atletas que se tornaram profissionais antes de 17 de novembro de 2000 (quando foram adotadas as regras unificadas de artes marciais mistas), têm idade mínima de 35 anos ou estão aposentados por um ano ou mais.

Veterano de 33 lutas profissionais durante seus 15 anos de carreira, Randleman compilou um cartel de 17-16 (4-3 no UFC), incluindo vitórias sobre o Hall da Fama do UFC Maurice Smith, soobre o campeão dos médios do UFC® 23: Ultimate Japan, Kenichi Yamamoto, e Mirko Cro Cop, campeão do mundo em 2006 na categoria peso-absoluto no GP do Pride FC.

Randleman estreou no UFC em 5 de março de 1999 no UFC® 19: ULTIMATE YOUNG GUNS, em Bay St. Louis, Missouri, derrotando Maurice Smith por decisão unânime. Sua vitória lhe rendeu uma disputa de título imediata pelo cinturão vago do peso-pesado ​​do UFC contra o futuro Hall da Fama do UFC e três vezes campeão do King of Pancrase, Bas Rutten, na luta principal do UFC® 20: BATTLE FOR THE GOLD. Kevin entrou na luta com um cartel de 7-2 contra o veterano Rutten, que entrou no Octógono com um recorde de 26-4-1, tendo vencido 19 de suas 20 lutas anteriores (1 empate).

O UFC® 20: BATTLE FOR THE GOLD ocorreu em 7 de maio de 1999, em Birmingham, Alabama. Quando a luta começou, Randleman imediatamente garantiu sua primeira queda. Kevin manteve o controle por cima ao acertar uma enxurrada de socos que quebraram o nariz de Rutten nos primeiros cinco minutos, interrompendo momentaneamente a luta para que os médicos avaliassem sua condição. Depois que Bas foi considerado capaz de continuar, Randleman imediatamente levou Rutten de volta ao solo, trocando socos por 10 minutos, até o árbitro John McCarthy interromper a ação para que os médicos pudessem resolver o forte sangramento do nariz de Rutten.

Rutten passaria a maior parte do evento lutando e dando socos de costas no chão, o que resultou em Bas acertando vários golpes na cabeça de Randleman. No final do tempo regulamentar, sem nenhum vencedor declarado, os dois atletas continuaram a luta por mais três rounds extras de três minutos. Randleman pareceu controlar dois dos três rounds, mas após 21 minutos de ação, Rutten foi declarado vencedor por decisão dividida. Essa derrota ainda é considerada uma das decisões mais controversas da história do UFC.

Mais tarde, Rutten deixaria o título vago, dando a Randleman a chance de competir pelo cinturão do UFC contra Pete Williams, no UFC 23.

Randleman tinha interesse pessoal nessa luta, pois Williams havia derrotado recentemente o amigo e treinador de Kevin, o futuro Hall da Fama do UFC, Mark Coleman, um ano antes no UFC® 17: REDEMPTION. Conhecida como "The Kick Heard Round the World", esse duelo foi posteriormente introduzida no Hall da Fama do UFC em 2016 na ala de Lutas Históricas.

BAY SAINT LOUIS, MS - MARCH 05:  Kevin Randleman in the Octagon prior to his bout with Maurice Smith at UFC 19 at Casino Magic on March 5, 1999 in Bay St. Louis, Mississippi.  (Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images)

O UFC®23: ULTIMATE JAPAN 2 ocorreu em 19 de novembro de 1999, em Tóquio, Japão. No início da luta, Randleman avançou rapidamente para o centro do Octógono, atingindo Williams com vários socos antes de garantir sua primeira queda na marca de 10 segundos. Randleman controlou a ação durante a maior parte do primeiro assalto, até Williams balançar Kevin com uma série de socos no final dele.

Randleman se recuperou no início do segundo round, derrubando Williams repetidamente e controlando o ritmo nos quatro assaltos restantes. As inúmeras quedas de Kevin provaram ser o fator decisivo para vencer a luta por decisão unânime e se tornar o quinto campeão peso-pesado na história do UFC.

Em seguida, Randleman defenderia com sucesso seu título derrotando Pedro Rizzo no UFC®26: ULTIMATE FIELD OF DREAMS, que ocorreu em 9 de junho de 2000, em Cedar Rapids, Iowa. Com sua vitória, ele se tornou o segundo campeão do UFC a fazer uma defesa bem-sucedida de cinturão. Kevin fez uma pausa de quatro meses antes de retornar à ação para enfrentar o futuro Hall da Fama do UFC, Randy Couture, em 17 de novembro de 2000, na luta principal do UFC®28: HIGH STAKES. Randleman perderia o título para Couture, depois fez suas duas últimas lutas antes de deixar a organização após derrotar o ex-campeão dos meio-pesados ​​do Strikeforce®, Renato Sobral, no UFC®35: THROWDOWN. Ele continuaria a competir no peso meio-pesado e no peso-pesado ​​em outras organizações até se aposentar em 2011.

VOD UFC 28 Couture vs Randleman

Durante sua carreira no MMA, Randleman era conhecido por sua força e velocidade, ao registrar nove vitórias por nocaute e nove interrupções no primeiro round. Um wrestler de classe mundial em todos os níveis, ele também garantiu o segundo lugar no número de quedas (21) durante o período em que competiu no UFC, de 1999 a 2002 (sendo Tito Ortizo líder nesse período, com 29).

Ao longo de sua carreira no MMA, Randleman competiu consistentemente contra os melhores dos melhores, incluindo 13 atletas que conseguiram coletivamente 13 títulos do UFC, seis do King of Pancrase e três campeonatos do PRIDE FC, juntamente com títulos individuais no Strikeforce® e World Extreme Cagefighting®, respectivamente. Randleman também usou sua notoriedade em esportes de combate para competir como lutador profissional de wrestling em promoções nacionais e internacionais, de 2002 a 2007.

Nascido em Sandusky, Ohio, Randleman começou a lutar no colegial, compilando um cartel de 122-11 e conquistando o campeonato HS do estado de Ohio em 1989. Ele passou a lutar wrestling na Universidade Estadual de Ohio, onde foi três vezes Big Ten e foi bicampeão da Divisão I da NCAA em 1992-93. Ele faleceu aos 44 anos em 2016 devido a complicações de pneumonia e deixou sua esposa e quatro filhos.

Indicações adicionais para a classe Hall da Fama do UFC de 2020 serão anunciadas nas próximas semanas.

Para ver uma lista completa dos atletas e lutas consagrados no Hall da Fama do UFC, bem como detalhes sobre o formato do Hall da Fama do UFC, visite o UFCHOFFAQ. Para informações adicionais, visite UFC.com.br.

Assine o Combate | Siga o UFC Brasil no Youtube