Pular para o conteúdo principal

UFC 230: Marcos Pezão volta aos pesados como faixa preta de jiu-jítsu

Brasileiro enfrenta o polonês Adam Wieczorek neste sábado (3), em Nova York


O brasileiro Marcos Pezão passou um tempo afastado do octógono devido a um problema com a USADA, mas conseguiu provar sua inocência no caso e faz a primeira luta do UFC 230, neste sábado (3), contra Adam Wieczorek. Se engana quem pensa que ele passou esse período longe das competições. Para manter o ritmo, e evoluir como artista marcial, ele participou de torneios de jiu-jítsu e até foi graduado faixa preta pelo seu treinador.
Mais UFC 230: Motivos para assistirTodas as lutas

"Eu precisava usar o tempo ao meu favor, melhorar como lutador. Conversei com os meus treinadores e voltei a treinar jiu-jítsu de kimono e participar de competições. Treinei tanto que conseguiu pegar a faixa preta", diz Pezão.

A escolha pelo jiu-jítsu não foi mera coincidência. Apesar de ser faixa marrom na modalidade, as três derrotas que acumula no Ultimate foram por finalização. Em conversa com os treinadores, ele percebeu que podia combinar o tempo afastado com uma evolução profissional e tomou a decisão de voltar a vestir o kimono. Pezão também treinou bastante seu jogo de wrestling nos Estados Unidos, mas não teve tempo de competir. O resultado que era inocente e estava livre para voltar ao octógono veio mais cedo.

Neste sábado, o brasileiro volta aos pesados, peso em que já fez algumas lutas. Pezão avalia que os meio-pesados é uma categoria muito disputada e, junto à isso, nos pesados não existe alguém tão rápido e explosivo como ele. Para essa reestreia, o ex-participante do TUF Brasil tem pela frente Adam Wieczorek, um polonês que também é bom no jiu-jítsu e já soma seis vitórias por finalização na carreira.

"Eu o estudei e sei que tem um jogo em pé sólido, mas é mais perigoso no chão mesmo. Meu retorno vai ser perfeito, seguindo minha estratégia. Vou mostrar minha evolução para os treinadores e todos os fãs que me acompanham. É o recomeço da minha carreira, está sendo muito importante. O ano de 2019 vai ser muito bom para a categoria e eu vou me firmar entre os quinze melhores lutadores do mundo”, conclui Pezão.

O UFC 230 ainda conta com outros dois brasileiros: Sheymon Moraes enfrenta Julio Arce e Ronaldo Jacaré luta contra o ex-campeão Chris Weidman. A luta principal será entre os campeão dos pesados Daniel Cormier e o desafiante Derrick Lewis. A transmissão será exclusiva do Canal Combate e começa às 19h.