Pular para o conteúdo principal
Resultados

UFC Vegas 12: Todos os resultados

Confira um resumo de todas as lutas do evento deste sábado (31)

O Octógono volta a ser montado neste sábado (31) no UFC Apex, em Las Vegas, para receber os duelos do UFC Vegas 12. Na luta principal, a lenda Anderson Silva fará sua despedida contra o empolgante Uriah Hall em um duelo programado para cinco rounds. O evento ainda terá o brasileiro Thiago Moisés encarando Bobby Green na luta de abertura do card principal. Confira abaixo um resumo de todas as lutas:

Uriah Hall nocauteia Anderson Silva

O jamaicano Uriah Hall pode se gabar que colocou em seu cartel um triunfo sobre uma das maiores lendas já vistas no Octógono. O peso-médio nocauteou Anderson Silva no quarto round da luta principal do UFC Vegas 12. Hall conseguiu um knockdown no terceiro round e só não venceu por conta da buzina, mas no quarto assalto conseguiu levar novamente o brasileiro à lona e deu números finais ao duelo com um forte ground and pound.

"Quando você pensa no UFC, você não consegue não pensar no Anderson Silva. Existem tantos grandes campeões, mas tenho muito respeito por ele pelo que ele fez e pela maneira como fez. Fico triste pelos filhos dele testemunharem o nocaute, mas é assim que funciona. Ele me parabenizou e disse que estava orgulhoso de mim, para eu não chorar. Também falou que eu seria campeão."

Bryce Mitchell vence na decisão dos juízes

Na segunda luta mais importante do evento, Bryce Mitchell usou bem as quedas para sair vitorioso na decisão unânime dos juízes. O lutador conseguiu colocar Andre Fili sete vezes no solo e soube dominar as posições no decorrer da luta para sair vitorioso após 15 minutos. Foi a quinta vitória consecutiva de Mitchell, que ainda não sabe o que é perder no Octógono.

"Eu o estudei e queria colocar meus pontos forte e explorar os pontos fracos dele na luta, e acho que fiz isso bem. Ele me acertou um golpe limpo, que eu senti, e algumas cotoveladas, mas essas eu escolhi levar. Acho que estive bem melhor hoje no Octógono e, sem dúvidas, tenho as bermudas mais legais do UFC."

Greg Hardy nocauteia mais uma vez

As mãos pesadas de Greg Hardy fizeram mais uma vítima no Octógono. O lutador conquistou seu primeiro nocaute após o primeiro round após castigar Maurice Greene com um forte ground and pound no segundo assalto. Hardy já mostrou na primeira etapa que estava com as mãos afiadas ao conseguir um knockdown logo no começo da luta e confirmou isso com menos de dois minutos do segundo round.

  1. "Ter o controle mental da minha estratégia faz com que meu atleticismo fique bem mais perigoso. Estou confiante de que posso me colocar em situações de vitória e que posso finalizar lutas. O céu é o limite e sinto que meu nível de competição aumentou. Observem e verão o que irá acontecer."
Kevin Holland domina e vence Ontiveros

Kevin Holland continua sua boa fase no Octógono. O peso-médio não teve piedade do estreante Charlie Ontiveros e venceu após desistência verbal do rival. Holland mostrou sua habitual agressividade e conseguiu duas quedas espetaculares. Na segunda delas, Ontiveros sentiu uma lesão no pescoço e pediu para a luta ser interrompida.

"Eu adoraria lutar contra alguém já estabelecido no UFC, mas enfrento quem colocarem na minha frente. Quero enfrentar o Mike Perry. Mike, você quer lutar? Eu e você nos divertimos na internet. Sou o cara para te enfrentar, então vamos marcar nossa luta."

Thiago Moisés vence guerra contra Bobby Green

Na luta mais equilibrada do card, Thiago Moisés conquistou mais uma grande vitória no Octógono. O brasileiro travou uma guerra contra Bobby Green e saiu com o braço levantado na decisão unânime dos juízes na luta de abertura do card principal do UFC Vegas 12. Moisés acertou os golpes mais fortes e quase finalizou o norte-americano no segundo round com uma chave de joelho, enquanto Green pontuava com seu maior volume. No fim, os juízes deram dois rounds para o brasileiro, que conquistou a segunda vitória consecutiva.

"Estou muito feliz. Consegui duas grandes vitórias, uma contra o Michael Johnson e agora contra o Bobby Green. Estou sempre tentando melhorar e hoje não cometi os mesmos erros de lutas anteriores. Quero lutar contra alguém do top 15. Cerrone é o décimo quinto do ranking, tem o Alexander Hernandez ou o vencedor ou perdedor de Diego Ferreira e Drew Dober".

Alexander Hernandez nocauteia de forma avassaladora

Alexander Hernandez voltou à coluna de vitórias em grande estilo. O lutador não tomou conhecimento de Chris Gruetzemacher e nocauteou o rival de forma avassaladora no primeiro round. Hernandez acertou uma linda sequência de golpes em Gruetzemacher depois de atordoá-lo com um lindo chute alto, saindo vitorioso no duelo.

"Eu senti a tensão dele. Ele estava rindo e mostrando que estava se divertindo, mas eu sabia que ele estava com medo no Octógono, então eu quis tirar vantagem disso e pressioná-lo. Eu fiz uma finta e acertei um chute alto. Assim que ele sentiu, sabia que era o começo do fim. Consegui acertar uma saraivada de golpes e um gancho o apagou."

Adrian Yanez nocauteia em sua estreia

Adrian Yanez teve a melhor das estreias no Octógono. O lutador, contratado a partir do Contender Series, mostrou mais uma vez sua agressividade e nocauteou Victor Rodriguez com um lindo chute alto no primeiro round. O lutador já se mostrava mais à vontade na trocação e acertou diversos golpes no rival, que foi à lona após o peito do pé de Yanez acertar em cheio o queixo de Rodriguez.

"Eu achei que nós iríamos para o segundo ou terceiro rounds, então fiquei muito feliz de nocauteá-lo no primeiro. Saiu melhor do que eu esperava. Sou feliz e abençoado por essa grande experiência. 2020 tem sido um ano estranho, então quando fui contratado pelo Contender Series foi uma ótima surpresa e agora eu estou lutando no card do lendário Anderson Silva. Não dá pra ser melhor."

Sean Strickland domina Jack Marshman

Na primeira decisão da noite, Sean Strickland dominou o duelo contra Jack Marshman para sair com o braço levantado após 15 minutos. Strickland tomou a iniciativa do duelo e mostrou maior precisão na troca de golpes, saindo com a vantagem e todos os rounds segundo os juízes.

"Penso que sou o melhor do mundo. Se você conversar com qualquer campeão mundial que treinou comigo, eles dirão que eu sou o melhor da academia. Amei lutar no peso médio. Faz com que eu me divirta nos duelos. Posso treinar de forma dura no camp e depois comer."

Jason Witt finaliza Williams em grande estilo

A primeira vitória no UFC a gente nunca esquece, ainda mais se dominamos o oponente do início ao fim. Jason Witt teve uma apresentação impecável e conseguiu finalizar Cole Williams no segundo round com um katagatame. Witt mostrou desde o primeiro round que o plano de trabalhar as quedas seria o diferencial, conseguindo um forte ground and pound nos minutos iniciais e um slam espetacular antes de dar números finais ao duelo.

"Aqui é onde pertenço e provei isso hoje. Estou sempre em forma, indo na academia para treinar de forma dura e ficar preparado. Quero lutar de novo em breve, em dezembro ou janeiro. Vamos nessa."

Jacoby nocauteia Ledet

Dustin Jacoby voltou com tudo ao Octógono. O meio-pesado usou bem os chutes nas pernas para desestabilizar Justin Ledet e logo em seguida conseguir o nocaute no segundo duelo da noite. Jacoby acertou três fortes chutes baixos que derrubaram o rival. Ledet chegou a fica em pé novamente, mas acabou nocauteado depois de levar um uppercut em cheio no queixo.

"A estratégia era utilizar os chutes baixos, as fintas e acertar os golpes. Meu grande objetivo agora é chegar ao top 15. Acredito que sou um dos melhores strikers do mundo. Pode colocar qualquer um na minha frente, estou aqui para provar isso."

Miles Johns nocauteia na luta de abertura

Um nocaute espetacular marcou a luta de abertura do card. Miles Johns acertou um uppercut em cheio no queixo de Kevin Natividad e deu números finais ao duelo no terceiro round. Johns dominava a luta durante os dois primeiros assaltos, até que acertou o golpe que definiu o combate em grande estilo. Foi o primeiro nocaute do peso-galo no UFC.

"Meu grande objetivo é o cinturão do UFC. Não vou parar até conseguir. Todas as vezes que você faz algo como eu fiz hoje, você coloca um pouco do seu nome na história. Vou poder falar para todos que, ao menos, eu fiz isso em minha carreira."

Confira todos os resultados do UFC Vegas 12
Card Principal

Uriah Hall venceu Anderson Silva por nocaute técnico aos 1m24s do quarto round;
Bryce Mitchell venceu Andre Fili por decisão unânime (29-28, 30-27, 30-27);
Greg Hardy venceu Maurice Greene por nocaute técnico aos 1m12s do segundo round;
Kevin Holland venceu Charlie Ontiveros por finalização verbal (desistência após lesão) aos 2m39s do primeiro round;
Thiago Moisés venceu Bobby Green por decisão unânime (triplo 29-28);

Card Preliminar

Alexander Hernandez venceu Chris Gruetzemacher por nocaute técnico aos 1m46s do primeiro round;
Adrian Yanez venceu Victor Rodriguez por nocaute aos 2m46s do primeiro round;
Sean Strickland venceu Jack Marshman por decisão unânime (triplo 30-27);
Jason Witt venceu Cole Williams por finalização (katagatame) aos 2m09s do segundo round;
Dustin Jacoby venceu Justin Ledet por nocaute técnico aos 2m38s do primeiro round;
Miles Johns venceu Kevin Natividad por nocaute aos 2m51s do terceiro round.

Assine o Combate | Siga o UFC Brasil no Youtube