Pular para o conteúdo principal
Resultados

UFC Vegas 14: Todos os Resultados

Acompanhe em tempo real um resumo de todas as lutas desse sábado (14)

O Octógono volta a ser montado neste sábado (14) no UFC Apex, em Las Vegas, para receber os duelos do UFC Vegas 14. Na luta principal do evento, os pesos-leves Paul Felder e Rafael dos Anjos ficarão frente a frente em um duelo programado para cinco rounds. O card ainda terá o brasileiro Geraldo de Freitas. Confira abaixo um resumo de todas as lutas:

Rafael dos Anjos vence Paul Felder na decisão dividida

Foi mais difícil do que muitos imaginavam, mas Rafael dos Anjos retornou com sucesso ao peso leve. O brasileiro superou Paul Felder por decisão dividida na luta principal do evento após 25 minutos bem movimentados. Rafael mostrou um pouco de tudo no Octógono e se aproveitou do cansaço do rival para explorar brechas no clinch e no solo, conquistando a vitória na opinião de dois dos três juízes laterais.

"Tivemos que fazer ajustes, pois eu estava treinando para defender quedas e enfrentar um lutador canhoto. É difícil lutar contra um cara que não tem nada a perder. O Paul Felder é duro pra caramba, mas consegui impor meu jogo e controlar a luta. Ele é um cara muito gente boa. Espero que ele esteja me esperando no hotel para tomarmos uma cerveja."

Khaos Williams nocauteia Alhassan

A segunda luta mais importante da noite prometia terminar em nocaute - e ele veio em 30 segundos. Khaos Williams acertou um direto em cheio no rosto de Abdul Razak Alhassann para sair vitorioso no UFC Vegas 14. Foi a segunda vitória do lutador em duas aparições no Octógono e ele se tornou o quinto lutador entre os meios-médios a conseguir dois ou mais nocautes em menos de um minuto.

"Essa vitória é mais importante do que a primeira pra mim. Eu cheguei com tudo. Deixem a categoria saber e o mundo saber que eu deixei minha marca e que não vim para brincar. Esse cara tem dez vitórias, as dez por nocaute no primeiro round. Só espero que ele esteja bem."

Ashley Yoder vencer na decisão dos juízes

Na última luta feminina da noite, Ashley Yoder foi melhor do que Miranda Granger e saiu vitoriosa na decisão dos juízes. Yoder quase deu números finais ao duelo com um mata-leão no fim do terceiro round, mas Granger mostrou uma raça enorme e aguentou até a buzina soar. No fim, melhor para a veterana, que mostrou mais efetividade nos 15 minutos do combate.

"Estou um pouco desapontada com minha apresentação. Tenho muito trabalho a fazer. Quero ser a melhor e para isso preciso dar o meu melhor, então pensar que não fui boa o suficiente fica martelando na minha cabeça, mas vou curtir o momento. Estou pronta para voltar ao trabalho, consertar meus erros e conseguir uma nova luta."

Sean Strickland nocauteia Brendan Allen

Na primeira luta da noite que não terminou na decisão dos juízes, Sean Strickland mostrou novamente seu ótimo boxe e nocauteou Brendan Allen no segundo round. Strickland acertou várias vezes o queixo do rival com jabs precisos, até que uma combinação atordoou Allen, que ficou acuado na grade enquanto Strickland golpeava com força até a interrupção do árbitro central.

"Eu amo ser um lutador do UFC no fim do dia. Depois da ação e tudo mais, de ser um lutador do UFC, eu sou um fã. Estou feliz de vir aqui, vencer, pisar no Octógono e fazer com que gostem de mim. Esse ano foi muito bom para mim. Me dê umas semanas para decansar, mas vamos deixar as coisas rolando. Estou com 29 anos e quero nocautear oponentes."

Cory McKenna vence a batalha dos prospectos

Duas atletas de apenas 21 anos abriram o card principal do evento - e Cory McKenna levou a melhor. A lutadora superou Kay Hansen na decisão dos juízes em uma luta muito equilibrada. McKenna buscou encurtar a luta, já que tinha menos envergadura, e trabalhou bem no solo em diversos momentos do combate. Hansen também se mostrou ativa, mas os árbitros laterais viram vitória da estreante.

"Eu estava esperando uma luta dura. Kay é uma das grandes revelações da divisão e nós duas estamos melhorando de forma rápida. Quero voltar a lutar o quanto antes. A categoria é recheada de lutadoras talentosas e quero voltar ao Octógono contra qualquer uma delas. Não me importo."

Kanako Murata domina em sua estreia

Kanako Murata não tomou conhecimento de Randa Markos em sua estreia no Octógono. A japonesa dominou a rival com um forte wrestling e ground and pound para sair vitoriosa na decisão unânime dos juízes. Murata usou toda a sua experiência no judô para controlar o duelo e freou qualquer tentativa de finalização de Markos, saindo com o braço levantado após 15 minutos.

"Vencer em minha estreia no UFC me deixou muito feliz. Eu aprendi muito lutando com uma veterana cheia de experiência como a Randa Markos. Não me importo em lutar com qualquer um. Eu só quero continuar vencendo e subindo, dar um passo de cada vez."

Gravely vence luta equilibrada com Geraldo de Freitas

Foram 15 minutos movimentados - e Tony Gravely levou a melhor sobre Geraldo de Freitas. O norte-americano saiu vitorioso na decisão dividida dos juízes após mostrar um ótimo wrestling no duelo. Geraldo foi melhor na luta em pé e buscou finalizações quando estava de costas no solo, mas o domínio de Gravely ao ficar por cima garantiu que dois dos três árbitros laterais lhe dessem a vitória.

"É ótimo voltar a vencer. Eu estava um pouco preocupado, mas isso é culpa minha por ter deixado nas mãos dos juízes. Quero voltar a lutar em janeiro ou até mesmo em dezembro, não importa. Me sinto bem e estou pronto."

Morono domina McKee

Alex Morono teve uma apresentação completa no UFC Vegas 14. O norte-americano dominou Rhys Mckee tanto em pé, quanto no solo, e saiu com a vitória na decisão unânime dos juízes. Morono mostrou um boxe afiado nos 15 minutos e quando o britânico ameaçava com seus golpes, ele logo partia para queda para acalmar o duelo.

"Meu objetivo era fazer dez lutas no UFC e eu consegui isso. Agora, meu novo objetivo é chegar às 20 lutas. Estou buscando melhorar meu jogo, mas o que eu quero mesmo é ser reconhecido e fazer boas lutas. Acho que consegui isso nessa noite."

Don'Tale Mayes vence a luta de abertura

Na luta de abertura do evento, Don'Tale Mayes fez o necessário para sair vitorioso contra Roque Martinez na decisão unânime dos juízes. O norte-americano pressionou o rival, especialmente nos dois primeiros rounds, e segurou o ímpeto de Martinez nos minutos finais do duelo para sair com o braço levantado.

"Estou feliz por ter saído com a vitória, apear de não estar feliz com minha performance. Quero voltar o quanto antes. Eu praticamente não saí machucado. Quando eu me aquecer e tiver uma sequência, então vocês verão minhas melhores lutas."

Confira todos os resultados do UFC Vegas 14
Card Principal

Rafael dos Anjos venceu Paul Felder por decisão dividida (47-48, 50-45, 50-45);
Khaos Williams venceu Abdul Razak Alhassan por nocaute aos 30 segundos do primeiro round;
Ashley Yoder venceu Miranda Granger por decisão unânime (30-26, 29-27, 29-27);
Sean Strickland venceu Brandan Allen por nocaute técnico aos 1m32s do segundo round;
Cory McKenna venceu Kay Hansen por decisão unânime (triplo 29-28);

Card Preliminar

Kanako Murata venceu Randa Markos por decisão unânime (triplo 30-27);
Tony Gravely venceu Geraldo de Freitas por decisão dividida (30-27, 28-29, 29-28);
Alex Morono venceu Rhys Mckee por decisão unânime (triplo 30-27).
Don'Tale Mayes venceu Roque Martinez por decisão unânime (30-27, 29-28, 30-27).

Assine o Combate | Siga o UFC Brasil no Youtube